Praticar o desapego

Ser desapegado não significa ser descuidado ou desinteressado. Ser desapegado não é ser uma pessoa que não se preocupa. Significa sim ter autoconfiança para viver sem estar dependente da presença de coisas, pessoas ou até mesmo situações.

No fim de contas o que é o desapego? O desapego é deixar fluir, é libertarmo-nos do que não nos faz bem, é viver no agora e largar o passado. É viver no momento! E que boa lição do que é viver sem expectativas que o 2020 nos trouxe!

Eu já fui uma pessoa muito apegada às minhas coisas. Tudo me trazia recordações. Ou porque tinha sido comprado numa viagem especial ou porque alguém me tinha oferecido. Tinha pena de dar o que quer que fosse.

Quando resolvemos mudar para a Suíça, foi o primeiro choque com a quantidade de coisas que possuíamos e que fomos acumulando ao longo dos anos e que estava dividido pelas garagens, nos sótãos e nas arrecadações.Nesse momento tivemos a certeza que não podíamos levar tudo e que algumas (muitas) coisas tinham de ficar para trás.

Feita a selecção percebemos, que independentemente de nos desfazermos de algumas coisas importantes, as lembranças ficam para sempre e as recordações guardadas nas nossas memórias e no nosso coração.

Depois da Suíça veio a Grécia (mais uma mudança, mais um desapego) e depois da Grécia os Estados Unidos, local onde me encontro actualmente.

Cá em casa reina a democracia! Eu sou uma minimalista, o meu marido um maximalista!!!  As nossas filhas são um misto de mãe e pai (mas claramente saiem ao pai no que respeita à acumulação).

O meu desapego aplica-se a tudo!

Por exemplo, temos uma regra que todos aplicamos no que respeita à roupa: assim que entra um peça de roupa, sai outra para doações. Assim nunca existem grandes acumulações e usamos tudo o que temos. Com as miúdas sou muito prática! Não há cá coisas guardadas para dias especiais.

Onde é que elas acumulam? Brinquedos!!! E cadernos, canetas e lápis que vão dar até à faculdade!

Tudo o resto é minimalista, poucos bibêlots em cima dos móveis e tudo muito clean (até porque, limpar depois o pó a muita tralha é uma canseira!)

Depois vem o desapego das pessoas que não nos fazem bem! Ahhhhhhhhhhhhhh aqui está um tópico que dá pano para mangas!

Eu confesso que neste tema já dei todas as minhas cartas várias vezes. Quem não tem na sua vida aquela pessoa que é tóxica? Em que a sua negatividade é uma constante e que inconscientemente somos invadidos por uma onda de tristeza, em vez de alegrias. Neste caso é desapegar! Sem olhar sequer para trás! Se não nos faz bem porque manter sequer a conversa? Aos 41 anos já cheguei à conclusão que a vida é tão curta que devemos apenas estar/ falar com quem queremos e não há tempo para fazer fretes!

Escrevi este texto todo para vos dizer J que apesar de este ser um site de moda, consultoria de imagem e coaching, também vai ter a partilha de conteúdos mais generalistas (porque a mim me faz sentido).

Neste momento, todos nós estamos a passar por período de emoções tão intensas (uns mais, outros menos) que esta é uma boa altura para desapegar e pensar no que realmente é importante na vida!

Fica a dica!

Photo by Danielle MacInnes on Unsplash

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s